“sabemos que é pela graça que somos salvos, depois de tudo o que pudermos fazer…”

ImageO que é graça?

Graça é o auxílio divino e a força que recebemos por meio da Expiação de Jesus Cristo. Por meio da graça, somos salvos do pecado e da morte. Além disso, a graça é um poder capacitador que nos fortalece a cada dia e nos ajuda a perseverar até o fim. É necessário esforço de nossa parte para receber a plenitude da graça do Senhor.

E hoje, durante meu estudo pessoal, encontrei algo super legal sobre a doutrina da Graça:

A palavra “graça” refere-se ao auxílio e força divinos concedidos pela imensa misericórdia e amor de Jesus Cristo. “É por meio da graça do Senhor Jesus, que tem efeito devido a Seu sacrifício expiatório, que toda a humanidade será levantada em imortalidade e cada um receberá seu próprio corpo, que deixará a sepultura em um estado imortal. É também por meio da graça do Senhor que cada um, por meio da fé na Expiação de Jesus Cristo, caso se arrependa dos próprios pecados, recebe forças e auxílio para praticar as boas obras que não teriam como praticar se contassem apenas com os próprios recursos. A graça é o que possibilita aos homens e mulheres alcançarem a vida eterna e a exaltação após haverem feito tudo a seu alcance para guardar os mandamentos.

Todo ser mortal necessita da graça divina, em virtude da queda de Adão e também por causa das fraquezas humanas. Contudo, a graça não basta para salvar exceto aqueles que se esforçarem ao máximo. Daí a explicação: ‘É pela graça que somos salvos, depois de tudo o que pudermos fazer’ (2 Néfi 25:23). Na verdade, é a graça de Jesus Cristo que possibilita a salvação. Esse princípio se encontra na parábola da videira e dos ramos contada por Jesus (João 15:1–11). Ver também João 1:12–17; Efésios 2:8–9; Filipenses 4:13; D&C 93:11–14)” (Bible Dictionary, “Grace”, p. 697; ver também o Guia para Estudo das Escrituras, “Graça”).

O Élder Dallin H. Oaks, do Quórum dos Doze Apóstolos, falou dos efeitos da graça e como essa é uma doutrina importante para os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias:

“Alguns cristãos acusam os santos dos últimos dias (…) de negarem a graça de Deus, por afirmarem que ganham a própria salvação. Respondemos a essa acusação com as palavras dos profetas do Livro de Mórmon. Néfi ensinou: ‘Pois trabalhamos diligentemente (…) a fim de persuadir nossos filhos (…) a acreditarem em Cristo e a reconciliarem-se com Deus; pois sabemos que é pela graça que somos salvos, depois de tudo o que pudermos fazer’ (2 Néfi 25:23). O que é ‘tudo o que pudermos fazer’? Certamente isso inclui o arrependimento (ver Alma 24:11) e o batismo, guardar os mandamentos e perseverar até o fim. Morôni rogou: ‘Sim, vinde a Cristo, sede aperfeiçoados nele e negai-vos a toda iniquidade; e se vos negardes a toda iniquidade e amardes a Deus com todo o vosso poder, mente e força, então sua graça vos será suficiente; e por sua graça podeis ser perfeitos em Cristo (…)’ (Morôni 10:32).

Não somos salvos em nossos pecados, como em uma salvação incondicional em que confessemos a Cristo e depois, inevitavelmente, pequemos durante o restante da vida (ver Alma 11:36–37). Somos salvos de nossos pecados (ver Helamã 5:10), pela renovação contínua de nosso arrependimento e purificação por intermédio da graça de Deus e de Seu bendito plano de salvação (ver 3 Néfi 9:20–22)” (Conference Report, abril de 1998, p. 77; ou “Vocês Foram Salvos?”, A Liahona, julho de 1998, p. 67).

The atonement

greatest-of-all-parson-360204-wallpaper

No doctrine in the gospel is more important than the atonement of Jesus Christ. If the gospel were compared to a wheel, the Atonement would be the hub and all other doctrines would be the spokes emanating from the hub. As the prophet Joseph Smith declared, “The fundamental principles of our religion are the testimony of the Apostles and our Prophets, concerning Jesus Christ, that He died, was buried, and rose again the third day, and ascended into heaven; and all other things which pertain to our religion are only appendages to it” (Teachings of the Prophet Joseph Smith, 121).

I’m so grateful for the Atonement Of Jesus Christ! In order to be blessed by the atonement of Jesus Christ, we must do the will of the Father and the Son to receive the full benefit of the Atonement. And as we can see in Hosea 10:12, Daniel 9:4 and Psalms 103: 17-18, The Lord’s Mercy is extended to those who keep God’s commandments.

And to finish I would like to share a quote from President Joseph F. Smith, and it says:

“Man cannot forgive their own sins; they cannot cleanse themselves from the consequences of their sins. Men can stop sinning and can do right in the future, and so far their acts are acceptable before the Lord and worthy of consideration. But who shall repair the wrongs they have done to themselves and to others, which it seems impossible  for them to repair themselves? By the atonement of Jesus Christ the sins of the repentant shall be washed away; though they be crimson they shall be made white as wool” (Joseph F. Smith, Gospel Doctrine, 98-99)

I know the atonement is true and that through this amazing expression of Love we can be healed. Come unto the Lord and He will give you rest!

 28 ¶aCome unto me, all ye that blabour and are heavy laden, and I will give you crest.

 29 Take my ayoke upon you, and blearn of me; for I am cmeek anddlowly in eheart: and ye shall find frest unto your souls.

 30 For my yoke is aeasy, and my burden is light.

Elder Diogo Reis!

Joseph Smith – Prophet Of The Restoration

Joseph Smith – Prophet Of The Restoration

This is one of my favorite talks from General Conference. President Ted R. Callister from the presidency of the quorum of the Seventy talks about Joseph Smith, the prophet called by God to restore His Gospel.  I testify to all of you, from the bottom of my heart and in the name of Jesus Christ that the Gospel of Jesus Christ is once again on earth and that through His Gospel we can receive the remission of our sins and most important, we can have everlasting happiness.

Elder Diogo Reis.